Novidades
Para cada queijo, um vinho ideal 09 jul 2018

O inverno chegou e com ele vem a temporada de queijos e vinhos. Nada melhor do que curtir o friozinho com uma tacinha da bebida e uma tábua dos melhores frios. Mas para cada queijo existe um tipo de vinho ideal. Para fazer uma degustação completa, a sugestão é fazer uma crescente de sabor, indo do vinho e queijo mais suaves para os mais fortes.

Os queijos moles e semi-moles, como brie, muçarela de búfala e o camembert, combinam com vinhos leves, frescos, frutados e com acidez um pouco mais elevada, como o branco chardonnay, que harmoniza com os três tipos de queijos. Além dele, também são indicados os tipos riesling, cabernet sauvignon, merlot e shiraz para o queijo brie, o sauvignon blanc para a muçarela de búfala e os tintos de uvas shiraz, pinot noir, gammay e tampranillo para o  camembert.

Entre os queijos semi-duros e duros estão o  o gruyère, o gouda e o provolone, que harmonizam melhor com vinhos mais  incorpados e com menor acidez. Os vinhos malbec e cabernet sauvignon são os que melhor harmonizam com gryère e gouda. Ainda com o gruyère, podemos combinar os tintos de uva merlot. Com o queijo provolone, um pouco mais duro, os tipos shiraz, sangiovese e pinot noir são os mais indicados.

Os queijos maturados e meio maturados combinam com vinhos de médio corpo e levemente frutados. O maasdam, por exemplo, vai bem com merlot ou malbec. Para o parmesão, mais maturado, a dica é harmonizar com o italiano Chianti. Na linha dos brancos, vinhos de uvas pinot grigio e sauvignon blanc são ótimas pedidas. O versátil parmesão ainda combina com espumante brut e com o Porto Tawny.

O famoso queijo suíço ou emmental pede um cabernet sauvignon, merlot ou pinot noir. Já os queijos azuis combinam com vinhos de colheita tardia e fortificados. O famoso sauternes é a melhor pedida para o roquefort. Com o gorgonzola, a harmonização fica com os tintos merlot e shiraz  e com o branco riesling.

 

Gostou? Então compartilhe!